Evidências empíricas de um possível relacionamento da trilogia “arrecadação”, “crescimento” e “desenvolvimento”, no contexto brasileiro

Carlos Roberto Souza Carmo
Faculdade de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Uberlândia – Brasil
carlosjj2004@hotmail.com; crscarmo@facic.ufu.br

Apoiado em um breve embasamento teórico acerca da temática relacionada ao processo de desenvolvimento e crescimento econômico, e, ainda, sobre a arrecadação tributária enquanto uma das fontes de financiamento de desenvolvimento, e, a partir da análise de dados empíricos acerca da experiência brasileira ao longo da primeira década deste século, este estudo buscou analisar e apresentar um conjunto de evidências empíricas relacionadas pertinentes ao contexto brasileiro, ao longo da primeira década deste século, considerando a trilogia “arrecadação”, “crescimento” e “desenvolvimento”. Ao final, foi identificado um conjunto de evidências que podem constituir-se em indícios de um possível relacionamento entre o aprimoramento dos mecanismos utilizados pelo fisco brasileiro e, ainda, uma sintonia cada vez mais fina com a atividade econômica. Leer el artículo completo.

Palavras chave: Desenvolvimento. Economia. Métodos quantitativos aplicados.

Based on a brief theoretical foundation on the theme related to the economic growth and development process, and also on tax revenues while one of the sources of financing for development, and, from the analysis of empirical data about the Brazilian experience over the first decade of this century, this study sought to analyze and present a set of relevant empirical evidence related to the Brazilian context, throughout the first decade of this century, considering the trilogy “collection”, “growth” and “development.” At the end, it was identified a set of evidence that may be in evidence of a possible relationship between the improvement of the mechanisms used by the Brazilian tax authorities and also an increasingly fine line with economic activity. Read the full article.

Keywords: Development. Economy. Quantitative methods applied.

Posted in Gestión, Nº12 - Septiembre de 2014

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Categorías