Estratégias Baseadas no Conhecimento: Rotinas e Capacidades

Por Vidigal Fernandes Martins, Carlos Roberto Souza Carmo y Renata de Oliveira Souza Carmo

Este ensaio teórico tem por objetivo estender a compreensão do conceito de vantagens baseadas no conhecimento, rotinas e capacidades. A partir dos estudos de Teece, Pisano e Schuen (1997) que abordaram os paradigmas de estratégia relacionados ao (i) modelo das cinco forças competitivas, (ii) ao paradigma do conflito estratégico e (iii) ao paradigma da visão baseada em recursos), buscou-se evidenciar a resignificação do conceito de capacidades dinâmicas, sugerido pelos autores em questão, e, ainda, foram identificados três fatores que distinguem as competências e capacidades dinâmicas de empresas, ou seja: os processos, os posicionamentos e o passado. Utilizando uma abordagem metodológica de natureza fenomenológicohermenêutica, este estudo de natureza qualitativa permitiu identificar o interrelacionamento desses três fatores implica em aceitar que as ações de uma empresa (processos) definem seu posicionamento em relação às variáveis a ela relacionadas e, portanto, impactantes da sua situação atual e futura. Nesse sentido, também pôde-se perceber que o posicionamento futuro depende diretamente da sua situação atual que, obrigatoriamente, é determinada por ações e posicionamentos praticados no passado e isso, por sua vez, pode traduzir-se em uma oportunidade de aprendizado e desenvolvimento de vantagens baseadas no conhecimento, rotinas e capacidades. Ver artículo completo.

Palavras-chave: Rotinas, Capacidades, Vantagem Competitiva Baseada no Conhecimento.

Posted in Gestión, Nº8 - Marzo 2012

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Categorías